Novas profissões do futuro. O líder será necessário?

Novas profissões do futuro. O líder será necessário?

Novas profissões do futuro.
Vamos fazer uma reflexão juntos.

 

Nos próximos dez anos, cerca de 48% dos trabalhadores serão substituídos por máquinas nos Estados Unidos, 35% na Alemanha e 21% no Japão. A projeção da consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC) parece pessimista, mas uma pesquisa da consultoria McKinsey, aponta que para cada posto de trabalho eliminado, 2,4 novos serão criados, principalmente em startups.

 

Profissões que parecem tiradas de livros de ficção científica podem se tornar reais, como Designer de bebês, Cirurgião de memória, Gerente de privacidade, Desenvolvedor de dispositivos inteligentes, Gerente de herança, Analista de qualidade da informação e Arquiteto de realidade aumentada.

 

A maior parte das atividades repetitivas e braçais deve ser exercida por robôs e as pessoas ficarem apenas com os trabalhos que demandem criatividade, imaginação e pensamento crítico.

 

A pergunta é: qual será o papel do líder?

 

O trabalho muda na velocidade da evolução tecnológica. A evolução tecnológica influencia as mudanças comportamentais. A liderança deve estar atenta a esse movimento e agir sempre com foco nas pessoas, tomando atitudes para que todos sejam incluídos.

 

Preparar as equipes para as mudanças, incentivando a resolução de problemas, o pensamento crítico e a criatividade. Conhecer a fundo o potencial de cada um, para poder recolocar colaboradores em outras atividades dentro da empresa.

 

Incentivar a desenvolver novas habilidades, já que a maior parte das pessoas substituídas por máquinas não conseguirão desenvolver as competências necessárias para os novos postos de trabalho.

 

O exercício de futurologia não é fácil. Mas quando o líder mantém a mente aberta a novas informações e ideias consegue acompanhar as reviravoltas do mercado, abraçar as novas tecnologias e encontrar maneiras de continuar sendo um profissional não só necessário, mas principalmente relevante e capaz de contribuir para o crescimento.