Amizade no trabalho: tendência ou polêmica?

amizade no trabalho - dia do amigo

Amizade no trabalho é tendência, algo necessário ou apenas um motivo para burburinhos?

Antigamente, o ambiente de trabalho era sagrado, quase intocável. Seriedade, comprometimento, relações superficiais e extremamente profissionais ditavam o modelo vigente. Com o passar do tempo, com as novas gerações e com uma mudança comportamental de sociedade começaram a surgir as famosas amizades no trabalho.

Polêmicas, sim. As amizades no trabalho ainda são um desafio para as empresas, para os profissionais e para os líderes e gestores em geral. No entanto, para a geração Y – que está entrando no mercado de trabalho agora – é fundamental que este tipo de relacionamento esteja presente dentro das equipes de trabalho que participam.

Uma pesquisa do Linkedin diz que relacionamentos importam, pois conectam pessoas. Essa associação também é responsável pela conquista de experiências futuras ao servir como uma rede de indicações para novas oportunidades.

Abaixo falamos sobre alguns pontos importantes destas relações.

Boa leitura!


Colega x Amigo

amizade no trabalho colega x amigo

Talvez o ponto mais importante para ser ressaltado diz respeito a divisão que deve existir entre dois tipos de relacionamento: o de colega (profissional) e o de amigo.

Estes dois tipos de convívio podem estar numa mesma relação e, por isso, é imprescindível que os envolvidos saibam separar os dois modos de tratamento. Não se pode confundir a amizade no trabalho com um escudo de proteção. A amizade deve ser o elo que une e é um fator humano que traz grandes benefícios, pois a maioria das pessoas passa mais tempo trabalhando do que com a própria família. Fatores pessoais são grandes influenciadores e um clima agradável é necessário para que as pessoas mantenham-se numa empresa.

Estimule seus profissionais e retenha talentos através da valorização dos mesmos.

Ter alguém que você pode contar é importante e também saudável. Da mesma forma, questões a serem resolvidas como tomadas de decisões, conflitos dentro da empresa e as pequenas atitudes do dia a dia devem contar com a imparcialidade, pois somente assim é possível manter o nível de profissionalismo que é exigido.


Relacionamentos x Crescimento Profissional

As relações de amizade no trabalho provam que as pessoas buscam mais do que só cumprir com as obrigações da profissão e de seus cargos: elas procuram relações. E essas relações são as responsáveis pela felicidade, pelo comprometimento e motivação dos colaboradores, além de tornarem as pessoas mais competitivas – afinal, amigos inspiram uns aos outros.

Os profissionais afirmam que ao terem ao seu lado um amigo sentem-se confortáveis, seguros e engajados para buscarem sempre o melhor. Também é a partir dessas amizades que surgem parcerias de trabalho, troca de ideias, tarefas passam a ser realizadas de forma colaborativa e dificuldades são discutidas com sinceridade, visando a assistência do outro ou um simples apoio emocional.

Profissionais se sentem impulsionados quando não se sentem sozinhos. Hoje em dia é comum dividirem problemas pessoais, opiniões sobre a empresa e até o próprio salário com aqueles colegas que consideram ter uma amizade no trabalho.

Esses laços são fortes e as empresas podem aproveitar este novo modelo para promover campanhas que integrem ainda mais a equipe e valorizem as amizades. Aos poucos, a amizade no trabalho se torna um tema discutido e deixa de ser tabu para se transformar em algo natural.

Promova o Dia do Amigo na empresa e fortaleça os laços entre as pessoas.

 

O endomarketing.online tem campanhas prontas para celebrar a integração e a valorização dos profissionais, independente da data. Conheça! 


Liderança x Amizade no Trabalho

amizade no trabalho - liderança x amigo

Para os gestores e líderes, a amizade no trabalho é importante e, na maioria das vezes, um ponto crucial para o crescimento da equipe. Porém, relações muito próximas entre colaboradores ainda são vistas como um empecilho quando não há maturidade suficiente e o lado pessoal predomina perante o profissional.

Outro ponto de conflito se refere às amizades nas quais existem níveis hierárquicos diferentes e pessoas podem pensar que alguém está sendo beneficiado em função desta relação. Também é necessário que “panelinhas” sejam evitadas, pois grupos muito fechados limitam o crescimento e podem ser mal vistos na organização empresarial.

Amizade permite liberdade e isso também é uma questão que depende de discrição, afinal, discussões pessoais não devem ser levadas ao ambiente profissional e discussões de trabalho, quando os envolvidos são amigos, devem ser baseadas no respeito e na ética, nunca ultrapassando o bom senso organizacional.

A frequência de feedbacks entre líder e liderado – e mesmo entre pessoas da equipe – pode servir como termômetro para as atitudes, pois são nestes momentos que podemos rever e melhorar nosso comportamento. Através de conversas francas, a amizade no trabalho tem o poder de desenvolver a melhor versão de cada funcionário.


Conclusão

Independente das polêmicas que amizades próximas e pessoais possam causar em ambientes corporativos, é fundamental entendermos que todas as novas formas de relacionamento, e também os formatos com os quais a sociedade se relaciona, nos afetam de uma forma ou de outra.

Entre disputas de home-office versus ambiente corporativo padrão, presença física ou todos os problemas resolvidos via ferramentas digitais e telefone, as relações interpessoais são parte do todo.

Há certa tendência mundial em relações baseadas na empatia e em espaços e vínculos colaborativos e a amizade no trabalho entra nesta mesma corrente.

Pratique a Empatia e os funcionários terão as ferramentas necessárias para se desenvolverem.

amizade no trabalho empatia

Entender que tudo se baseia em relacionamento é aceitar que as trocas pessoais são sempre produtivas. O equilíbrio entre esse novo modo de pensar e o já tradicional acaba sendo a maneira mais eficaz de criar equipes de sucesso e participar ativamente do bem-estar e da felicidade pessoal dos profissionais.

Mais do que necessário, a amizade no trabalho é responsável por um clima leve e de atitudes positivas num ambiente que, às vezes, pode ser duro, mas é sempre desafiador – no bom sentido, é claro! Basta bom senso, um pouco de limite e muita conversa para que todos se sintam realizados nos dois âmbitos: profissional e pessoal.

E você, já fez amigos no trabalho? Você acredita que as amizades colaboram ou atrapalham no ambiente profissional? Você considera necessário, dispensável ou um bônus que traz ainda mais motivação? Conta para a gente nos comentários!